Edital PROAC

AFRODESCENDÊNCIA PLURAL E ATIVA NA HISTÓRIA DO BRASIL:

DESCONSTRUÇÕES E RECONSTRUÇÕES DAS HISTORICIDADES DAS POPULAÇÕES NEGRAS EM SÃO PAULO

 

O QUE NOS MOVE: A URGENTE E NECESSÁRIA IMPLEMENTAÇÃO DA LEI 10.639/03


O presente curso inteiramente gratuito, em acordo com a lei 10.639/03, objetiva difundir conhecimentos acerca das
culturas e modos de viver e resistir das populações africanas e afrodescendentes no Brasil, com enfoque nas experiências
dos negros, na cidade de São Paulo. 


PUBLICO ALVO: Educadores sociais, agentes comunitários, articuladores de projetos em zonas periféricas e pessoas que
trabalham pela garantia dos interesses e manutenções dos direitos da população negra.


INSCRIÇÕES: Baixe o formulário para se inscrever no link abaixo ou compareça na sede do Núcleo de Consciência Negra - USP - horário: das 13h às 19h.

Baixe o formulário para se inscrever:

https://pt.surveymonkey.com/s/HCCL9TL

Curso Gratuito, com processo de seleção.

Aulas quinzenais, aos sábados das 10h às 14h.

Início das aulas: maio de 2015

Endereço da sede do NCN para inscrição:

Avenida Prof. Lúcio Martins Rodrigues, Travessa 4 Bloco 3,
Cidade Universitária, Bairro: Butantã, São Paulo - SP

Contra as cotas, só os racistas!

Na semana do "13 de maio", o Comitê contra o Genocídio da Juventude Negra convida todos e todas para a jornada em defesa de reparações e direitos para o povo negro

Em 13 de maio, o Estado brasileiro celebra a “abolição da escravidão”. Contudo, para negros e negras, há muito pouco o que comemorar. Por isso mesmo, longe de ser um “dia de festa”, para nós, este é um dia de denúncia do racismo. E, infelizmente, passados 124 anos desde que o Brasil tornou-se o último país do mundo a libertar seus escravos, há muito o que denunciar.

Afinal, hoje, negros e negras ainda formam a maioria dos mais pobres, dos sem-teto e sem-terra e daqueles que não têm acesso à educação, à saúde, ao transporte, à moradia, à terra e ao trabalho dignos. E, ao mesmo tempo, lamentavelmente, também é negra a maioria dos jovens vitimados pela violência social e racial, inclusive (e especialmente) por parte dos agentes de repressão do próprio Estado.

Leia mais...