APROVADOS CURSINHO NCN 2014-2015

Aline Batista Rocha

Fonoaudiologia

Universidade de São Paulo (USP)

Gabriela Della Bianca Abreu

Têxtil e Moda

Universidade de São Paulo (USP)

Katia Izawa

Matemática - Licenciatura

Universidade de São Paulo (USP)

Karoline Borges

Física - Bacharelado e Ciências e Tecnologia - Bacharelado

USP e UFABC respectivamente

Vinicius Ferreira Magalhães

Bacharelado em Física Médica(UNESP) - Engenharia de produção(UTFPR)

Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Universidade Tecnologica federal do Paraná(UTFPR)

Ariédhine Carvalho

Artes Visuais -Bacharelado e Licenciatura

USP

Claudinei Silva

Educação Física e Saúde (USP) e Educação Física (UNESP e UFSCAR)

USP, UNESP E UFSCAR respectivamente

Victor Koike

Filosofia

USP

Henrique Albuquerque

História (USP),Relações Internacionais(FURG),Comé.Intern.(Anhembi)

USP,FURG e Anhembi Morumbi respectivamente

Daniel Soares Pereira

Fisiterapia( Unifesp baixada santista) e Arquitetura (senac sp)

Unifesp e Senac(Prouni) respectivamente

Karina Pimentel

História

UFBA

Wesley Pestana

Física Computacional

IFSC-USP

Fernanda Moreira

Biologia

Unila e Unesp

Williane Magalhães

Relações públicas

UNESP e FAPCOM (Prouni)

Gabriel Santana

Ciências sociais e Relações públicas

UFG e FMU(Prouni) respectivamente

Ana Victoria

Biologia

São Judas (Prouni)

Juciele Dantas

Engenharia de materiais

Unila

Jefferson Nascimento

Biologia

Unila e FMU (Prouni)

Joice Leal

Engenharia de energia e Engenharia de produção

Unesp e Anhaguera( Prouni) respectivamente

Agnes Santos

Farmarcia

Uninove (Prouni)

Junior Huey

Geografia

Universidade de São Paulo (USP)

Ezequias Fernandes

Ciências Contábeis

UMC, UFAL e UMT

Domenico Colacicco Neto

Oceanografia e Ciências do Mar

USP e UNIFESP respectivamente

Agradecimento aos Alunos

Por diversos motivos, diferentes interesses e outros percalços, tanto por parte de professores quanto por parte de vocês alunos, não houve a possibilidade de nos despedirmos de maneira adequada.

2014 foi um ano bom para o cursinho do NCN em relação a seus anos anteriores. Foi o ano de início de novos projetos e a sedimentação de projetos anteriores que, esperamos, tenham nos colocado em um patamar acima e que permita que nossos avanços continuem.

Todo esse progresso dependeu de grande apoio de professores e colaboradores e também diretamente da participação do corpo de alunos que passou ao longo desse e de outros anos em nosso espaço, auxiliando nas demandas políticas, na limpeza, organização do espaço e até (e que bom!) em demandas relacionadas ao “dar” aula. Iniciamos um processo mais direto de conversa com vocês, uma troca de informação que reconhece o estudante como protagonista de seu aprendizado e do modo como tal será feito. Protagonista também de seus caminhos políticos.

No entanto, importante não esquecer quem somos, o que temos, como podemos ajudar e quais nossos limites. Problemas ocorreram, como em qualquer lugar onde pessoas convivem, mas que não devem passar despercebidos e devem sim ser continuamente entendidos, conversados, processados para que tendam a não ocorrer mais. Cada um deve saber de sua história de vida, experiência, vivencia, tempo e conhecimento de militância e, consequentemente, deve ter essa visão sobre o outro e saber respeitar. E respeitar não significa se inibir de conversar e auxiliar no processo, mas significa sim ter consciência de que as vezes o outro pode ter algo a mais para dizer, coordenar e dirigir, por questões simples de tempo de vida e experiência acumulada. E isso decididamente deve ser relevado. E o que deve também ser relevado é que militância e defesa de causa pode se dar de diversas formas, seja participando de atos nas ruas, de mesas de conversas, de ação em algum dos três poderes, seja dando 1 hora de aula por semana ou auxiliando durante algum tempo na secretaria. E todo tipo de militância tem sua importância e deve ser reconhecido, e não pré-julgado negativamente sem um entendimento do todo que isso envolve, pois podemos cair em um espaço potencialmente perigoso de conflito entre pessoas que lutam por ideais semelhantes. Diminuir a mobilização de grupos como o nosso, que já é continuamente enfraquecida pelos interesses do status quo, deve, decididamente, ser evitado.

Importante ressaltar positivamente a luta de cada um de vocês para se manter no espaço e no estudo. Temos ideia de todos conflitos diários e constantes que vocês passam em relação a família e amigos que continuamente lhes desestimulam a estudar, falando que universidade, ainda por cima pública, não lhes compete; de toda dificuldade financeira que tem para pagar algo que deveria ser gratuito, que é o transporte, com valores abusivos e má qualidade; de toda gama de preconceitos que recebem da sociedade em detrimento de fatores que envolvem as causas da existência de nosso espaço, tendo o racismo como fonte central, mas também as questões homofóbicas, elitistas e machistas, as quais certamente também servem como desmotivadores e dificultadores do processo de aprendizagem, processo o qual é totalmente sucateado nas instituições publicas de ensino das quais praticamente todos vocês veem. Enfim, vocês, sem exceção, definitivamente são vencedores, por mais clichê que isso possa parecer. E isso deveria ser ressaltado todo o dia para que tenham cada vez vontade de estudar e alcançar o ensino superior, já que, como diria o professor Zuni e muitos outros: “A entrada de cada um de vocês no ensino superior público é um grande ato político”.

Desse modo, agradecemos imensamente a presença de cada um durante o ano, independente do tempo em que tenham permanecido. Pedimos sinceras desculpas por problemas que tenham ocorrido por culpa nossa, principalmente em se tratando de questões organizacionais, mas salientamos (e isso é muito verdadeiro) que visamos melhorar cada vez mais o processo de organização, buscando respeitar todos vocês com aulas, plantões, materiais e simulados de qualidade, embora, infelizmente, muitas vezes não consigamos atingir esses objetivos por n razões.

Salientamos a importância que cada um de vocês (cada um MESMO) tiveram para o cursinho e para os professores que, mais do que “ensinar”, decididamente, saem mais habilitados social e politicamente por causa do espaço e da experiência de lecionar para um público ideal em vários sentidos.

Saibam que as portas do NCN estarão abertas para que continuem sempre participando do nosso espaço, seja como estudantes, professores, secretários, gestores ou colaboradores de uma forma geral. É sempre uma alegria tê-los de volta.

Desejamos sorte e que a luta continue para todos independente de como e onde.

Núcleo de Consciência Negra – NCN

Professores

Gestores

Colaboradores

Inscrições para Cursinho NCN 2014

Venha participar da história do Núcleo de Consciência Negra na USP e fazer parte do primeiro cursinho pré-vestibular voltado para a população afrodescendente e de baixa renda de Sao Paulo (desde 1994).

O Cursinho do NCN foi criado em 1994, sendo o primeiro curso pré-universitário voltados para alunos afrodescendentes e carentes no Estado de São Paulo. Visa preparar uma população sem recursos financeiros e, prioritariamente negra, oriundas de escolas públicas de 2º grau e/ou de cursos supletivos, para o ingresso em universidades públicas.

O curso pré-vestibular popular promovido por uma entidade do movimento negro, sem fins lucrativos e autônoma, não visa, apenas transmitir os conteúdos escolares de forma linear e tradicional, tais como escolas e cursinhos comerciais. O nosso curso visa, além de fornecer o conteúdo necessário para aprovação no vestibular, promover consciência sócio-racial e cultural com o objetivo de envolver alunos na luta contra o racismo e práticas discriminatórias de toda sociedade.

Desta forma, o Curso pré-vestibular do NCN busca através de debates e discussões entender o significado de ocupar as Universidades Públicas que foi e ainda é negado a população pobre e preta. Nosso objetivo é que ao passar em uma Universidade nosso aluno ou aluna entenda que a dificuldade de entrar nesse espaço não deve ser considerada natural. Nossa idéia é desconstruir a visão de meritocracia que tem quem consegue uma vaga nessas universidades.

Acreditamos que ao aumentar o número de alunos e alunas pobres e pretas mudará também os conteúdos estudados pelas universidades, e é com esse compromisso social e racial que nós, do Núcleo de Consciência Negra na USP, convidamos a todas e a todos os interessados a realizarem as inscrições em nosso cursinho!

Outras informações

Início das inscrições: 06/01/2014
Início das aulas: 10/02/2014
Turmas: tarde - 13:30 as 17:30
noite - 18:30 as 22:30
Local das inscrições: Núcleo de Consciência Negra

 

 

 

 

 

Entre em contato conosco pelo formulário diretamente pelo site ou pelas seguintes opções:

email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
telefone: (11) 958668863
(11) 30914291
facebook: /nucleodeconsciencianegra

 

 

 

Atendimento

  • Segunda a sexta, das 13:30 às 21:30
  • Sábado, das 9h as 13h

  Avenida Professor Lúcio Martins Rodrigues, travessa 4, bloco 3,
Cidade Universitária - São Paulo - SP

 

 

 

 

 

Leia mais...

Lista de aprovados de 2013/2014

Com bastante felicidade divulgamos a lista de aprovados de 2013/2014 do cursinho do Núcleo de Consciência Negra (NCN) localizado na USP.

Gostaríamos de destacar que um dos muitos papéis do NCN é auxiliar jovens e adultos, que muitas vezes não tem oportunidade de estudo de qualidade, a ingressar em universidades públicas e assim diminuir um pouco a elitização desse ambiente público de ensino superior. E essa também é uma forma de atuação política do NCN, aumentando um pouco mais a democratização de acesso ao ensino.

Parabenizamos então os aprovados, mas sobretudo, TODOS os alunos que estiveram presentes em 2013 e que puderam também crescer junto com o NCN e seus colaboradores, mais do que simplesmente aprendendo, mas sobretudo TROCANDO conhecimento com os professores e gestores.

Por fim é importante também ressaltar a participação ativa e primordial do corpo docente, dos secretários, gestores e colaboradores em geral que realmente impactaram e vem impactando positivamente no sucesso do NCN.

Nome Faculdade
Marilia Cavallari Aranha Geografia (USP)
Emilio Lopes de Vasconcelos Educação Física e Esporte (USP) e Ciências Biológicas (UFPA)
Anna Beatriz Piccolo Letras (UNESP)
Telma Amorim Ciências Sociais (UFRJ) e Ciências Sociais (UNESP)
Robert Mota Dos Santos Matemática - Licenciatura (USP)
Bruno Fagundes Serviço Social (UNIFESP)
Laiza Silva do Carmo História (UNESP)
William De Castro Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental (USP)
Rafael Promenzio Andrade Silva Bacharelado em Lazer e Turismo (USP-EACH)
Emily Bronze dos Santos Ciências Biológicas - Bacharelado (UESC)
Víctor Hideki Design de Jogos (FATEC)
Franklin Dias Rocha Bacharelado Interdisciplinar em Artes (UFBA)
David Ferreira Cardoso Gerontologia (USP-EACH)
Felipe Domingos Matemática (UNESP - Rio Claro)

Cursinho NCN procura professores

Preciamos de professores para as seguintes disciplinas: matemática, química e geografia. Envie seu currículo para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

ncnProcuraProfessores

 

 

Mais artigos...

  1. Cursinho NCN 2013